30 de novembro

GDF - Administrações Regionais
28/03/19 às 15h45 - Atualizado em 28/03/19 às 15h50

Administração do Gama atua em revitalização do Córrego Crispim

COMPARTILHAR

Por Débora Sampaio
Edição: Ingrid Borges
Fotos: Paulo Cabral e divulgação

Ação contou com plantio de mudas, retirada de resíduos, cercamento do local e instalação de cerca

Gama DF, 28/03/2019 – A Administração Regional do Gama participou, na última quarta-feira (27), em parceria com a comunidade local e ambientalistas, da recuperação do Córrego Crispim.  A ação contou com o plantio de mudas de árvores do Cerrado, retirada de resíduos, cercamento do local para proteção das mudas e do córrego, instalação de uma placa alertando quanto à proibição de jogar lixo e entulhos e para a multa, que varia de 500 a 5 mil reais.

“Desde o início da gestão, nós, da Administração do Gama, estivemos na região do córrego com ações de limpeza. Infelizmente, fazíamos o serviço em um dia e, no outro, o local já estava cheio lixo e entulho novamente. Então tomamos a decisão de dar início ao plantio de mudas em parceria com os moradores da região e ambientalistas”, explicou a administradora Juliana Navarro. 

O córrego é importante para a bacia hidrográfica. A recomposição florestal das margens garante a recarga hídrica. Na época da seca, a vegetação ajuda a manter a água no solo evitando que evapore. Já o cercamento ajudará a proteger as mudas e a água. Os pneus utilizados foram descartados na natureza e levariam, em média, 600 anos para se decompor.  

Cleusa Maria da Silva é moradora da região do Córrego Crispim há 40 anos. Ela também participou da ação e reconhece o trabalho da Administração do Gama em  atender a solicitação dos moradores da região. “Agradeço à administração que nos concedeu o material e estrutura para recuperação do Córrego Crispim. Sei que temos muitas demandas e vamos sempre precisar da nossa administradora no nosso meio, nos envolvendo para trabalharmos, juntos, nesta grande parceria. Muito obrigada, doutora Juliana”. 

A atividade também contou com a participação de alunos e professores do Instituto Federal de Brasília (IFB), ambientalistas e da comunidade local. “Essa parceria é o que pedimos para você, comunidade. Venha para junto da administração ajudar a melhorar e cuidar da nossa cidade. A administração veio com o maquinário, mão de obra e doação do material. A comunidade colocou a mão na massa, ajudou a construir a cerca e plantar as mudas. Mais um problema resolvido. Conto com a ajuda de todos para cuidar da nossa cidade! Juntos pelo Gama”, concluiu Juliana. 

O Córrego do Crispim é uma Área de Preservação Permanente (APP). As ações de cuidados, tanto de limpeza como de fiscalização, serão contínuas. O objetivo é chegar a outras áreas do Gama, com a recuperação de nascentes.

Todos em ação

Os alunos do curso de Tecnologia em Alimentos, do IFB, campus Gama, estiveram na ação e ficaram felizes em poder contribuir com o meio ambiente. “Essa é uma atividade de recuperação do que estava sendo destruído pelo homem. É a primeira vez que participo e estou muito feliz. O córrego é muito importante para o Distrito Federal”, afirmou a estudante Maria Divina Rodrigues. 

Durante a revitalização, a professora de Ciências Ambientais do IFB, Erica Fernandes, fez um alerta quanto ao descarte inadequado dos resíduos sólidos. “Pode causar sérios problemas, entre eles, o de saúde pública com proliferação de mosquitos causadores de doenças, como dengue e chikungunya, e a cobertura do solo que dificulta a penetração da água. A Política Nacional de Resíduos Sólidos estabelece um plano de destinação aos resíduos”.      
 

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros